sábado, Dezembro 10, 2005

gabiruu no snowboard

Viva amigos!
Lamento muito informar-vos mas o snowboard não é comigo...
Fui uma catátrofe autêntica... Até tenho vergonha de contar, mas também faz parte.



Se aqui nesta foto até pareço um profissional, a verdade é que eu só fiz má figura. Até putos de 4 anos que andavam lá fizeram melhor figura que eu...
Os primeiros passos não os fiz logo na montanha. Fiz numa pequena colina porque uma pessoa tem que se habituar à prancha. Apesar de mandar muitas quedas, não me pareceu muito difícil. Até me desenrasquei bastante bem.
Depois dos exercícios todos fomos até ao topo da montanha de teleférico onde havia um restaurante com uma vista magnífica.



Depois de um almoço light (não posso engordar) o nosso professor perguntou se achavamos melhor descer de teleférico ou descer a montanha com a prancha. Pensando que já me safava muito bem, decidi descer a montanha com a prancha. Aí começou a catástrofe autêntica...



Estava sempre a cair. Umas raparigas que estavam connosco bem que me tentavam ensinar mas eu não encarreirava com aquilo... Então o professor decidiu tentar ensinar-me... Mas aquilo nem por isso ia melhor... Passava mais tempo no chão do que a deslizar. Ele perguntou-me quanto pesava e eu pensei que talvez o meu peso não fosse bom para o snowboard, mas achei estranho. Eis que ele me disse para tirar a prancha dos pés e levou-me ao colo até cá abaixo... Toda a gente que passava por nós se ria... Eu só queria esconder a cara de tanta vergonha... O que vale é que vou embora e ninguém me conhece...



Quando cheguei cá abaixo o professor disse que era melhor eu ir para uma montanha mais pequena.
Entrei então para um daqueles elevadores que tem um cordão com um bastão que se enfia entre as pernas e ele vai-nos puxando até lá acima. Para continuar nas vergonhas, desequilibrei-me, caí para o chão mas a prancha ficou presa naquela merda. Então fui de arrojão um 10 metros até me conseguir libertar daquela porcaria...
Estava pronto a desistir...



... mas decidi tentar mais uma vez. Como voltou a acontecer a mesma desgraça e só via as pessoas todas a rirem-se, decidi parar mesmo. Os colegas que estavam connosco também já estavam a querer ir embora. Por isso juntou-se o útil ao conveniente e agradável e também fui embora.
Estava para ir fazer ski alpino hoje mas achei melhor não... Ainda me doi o corpo do snowboard (ou melhor, snowbody) e tive medo de voltar a fazer figuras tristes...

Beijos e abraços grandes,
gabiruu

segunda-feira, Dezembro 05, 2005

gabiruu no cross country ski

Viva amigos!
Como vos tinha dito, estive a esquiar!!!
Com um professor de desporto da faculdade fui até à bonita vila Seefeld. Seefeld foi criada para as provas de cross country ski quando as duas edições dos jogos olímpicos de inverno em Innsbruck. Esta vila costuma ter cerca de 3000 habitantes; contudo no inverno (época alta de ski) a vila chega a ter 13000 habitantes.



Nós não apanhamos muitos turistas. Eles só costumam vir mais perto do Natal. Sendo assim foi óptimo porque as pistas estavam mais vazias e toda a gente sabe que principiantes precisam de muito espaço...



O cross country ski é uma modalidade desportiva muito saudável. Segundo consta, a segunda mais saudável a seguir a nadar de costas. É também uma modalidade óptima para se iniciar ao ski alpino. Aqui as descidas não são muito íngremes e é aprender a controlar os skis.



Quando cheguei à pista vi uns quantos velhotes e crianças a fazer ski. Imediatamente a primeira impressão é que é muito fácil, mas é preciso fazer um grande esforço para se conseguir orientar naquilo.



Contudo, nada é impossível e passado uma horita ou duas já era quase um profissional pronto a entrar numas competições...



...e ganhar, claro! ehehe



Foi um dia espectacular. Agora já me sinto um pouco mais apto para experimentar o ski alpino. Vamos lá a ver como vai correr. Mas antes do ski alpino vou fazer snowboard na quarta-feira. Isso é que deve difícil... Sem "paus" nas mãos nem nada... Na volta ainda me vêm no Natal dos hospitais...
Beijos e abraços,
gabiruu

sábado, Dezembro 03, 2005

gabiruu no mercado de natal

Olá amigos!
A desgraça das desgraças aconteceu!
Até me custa falar disto... O vento do Sul (Itália) começou a soprar. Como devem calcular trata-se de vento quente. Daí, provocou o aquecimento global em Innsbruck com todo um efeito de estufa e em vez de nevar começou a chover! Mas o mal não está aí... O meu querido e muito amado boneco de neve começou a derreter... Perdeu os olhos, os dentes, e a cenoura do nariz caiu. O gorro voou não sei para onde e agora... Acabou... Eis aqui uma fotografia do meu menino...



Depois de muito chorar e ficar fechado no quarto um dia todo, os meus colegas da residência convenceram-me a sair para ir afogar as mágoas nuns copos. Não há nada melhor do que ir beber um vinho quente até ao centro da cidade!



O espírito natalício sente-se em toda a cidade. Nas barraquinhas é possível encontrar enfeites para a árvore de natal feitos à mão, bem como várias possíveis prendas, todas elas feitas à mão.





O cenário é fantástico e o frio convida mesmo a beber um vinho quente. É preciso é ter cuidado que com 3 copos uma pessoa já fica um bocadinho tocada...



Ao fim de alguns copos (já não sei quantos ao certo...) eis que visualizo umas criaturas a bater nas pessoas. Ao início não percebi muito bem o que se estava a passar. Por momentos pensei que eram os turcos a revoltarem-se tal como aconteceu em Paris...



Mas não era nada disso. Trata-se de uma tradição aqui na Austria. É uma espécie de festa de Santo Estêvão na aldeia de Ouzilhão. Aqui estas criaturas são os inimigos do Pai Natal e vêm à cidade meter medo às crianças. Apesar de eu ter levado algumas paulitadas, eles não são assim tão maus e até fazem pose para a fotografia...



Não, as raparigas ao meu lado não fazem parte dos monstros...
Beijos e abraços grandes para todos,
gabiruu

terça-feira, Novembro 29, 2005

gabiruu e o boneco de neve

Olá mas uma vez!
Finalmente construí o meu boneco de neve!
Quem julga que é só fazer duas bolas uma em cima da outra que se desengane. É muito mais complicado que isso e muito mais trabalhoso... Só no fim do boneco estar feito é que soube que os bonecos de neve geralmente são feitos com três bolas; mas este não ficou mal só com duas, antes pelo contrário! É um sucesso completo aqui em Innsbruck.



Antes de mais é necessário escolher um local para construir o boneco de neve. Optámos por construi-lo à entrada da nossa residência. Assim, fica a dar as boas vindas a todos os que entram. Depois é preciso juntar muita neve... Uma pá dá sempre imenso jeito. Mas ao juntar a neve mais parece que estamos a construir uma montanha que uma esfera... Já estava a desanimar quando percebi que só no fim de criar esta montanha é possivel esculpir a forma de uma esfera. De seguida, é necessário repetir o procedimento para a outra esfera (a da cabeça)...

Passado muito, muito tempo finalmente é possivel começar a visualizar as formas de um boneco de neve. Só aí se pode partir para os detalhes como a famosa cenoura a fazer de nariz e não esquecer o gorro e o cachecol (que neste caso foram feitos com sacos de plástico. Eis o resultado final!



Sim, este é um boneco de neve fumador tal como os seus contrutores (eu e o meu colega português). É o menino dos nossos olhos. Cuidamos dele como se fosse nosso filho. Quando neva, vamos depois limpa-lo e restaurar o que for preciso. Para acabar deixo-vos uma foto do boneco de neve com o seu pai babado!!!



Beijos e abraços para todos,
gabiruu

sábado, Novembro 26, 2005

gabiruu em Schloß Ambras

Olá outra vez!
Há dois dias fui dar um passeio aqui perto de casa. Fui até ao palácio (Schloß Ambras) que pertencia a D. Ferdinando II Arquiduque da Austria (título que era atribuído aos príncipes da Austria)



Esta é a entrada principal para o palácio. É um jardim fantástico que há pouco tempo (quando ainda estava algum sol e as árvores a perderem as folhas numa mistura de verde com vermelho e laranja) via-se aqui imensa gente a fazer piqueniques.



Enquanto se anda pelo jardim é possivel encontrar um lago com patos, vários bancos e coretos (agora cobertos por causa da neve) entre outras coisas. Aqui têm uma casinha para esquilos. São muito bonitos e eles vêm mesmo comer à nossa mão.
Após andar uns 10 minutos por este jardim imenso, encontra-se filnalmente o palácio como quem encontra o palácio encantado da bela adormecida.



Agora com esta neve toda quase que não se vê pessoas a não ser meia dúzia de turistas à procura da bilheteira.
Eu também me fartei de seguir as placas que diziam "tickets" mas dei por mim a dar três voltas ao palácio sem encontrar nenhuma bilheteira. Acho que gostam de fazer os turistas de tolos... eheheh



Contudo ver o palácio só por fora quase que parece suficiente porque é de facto muito bonito. Nesta foto aqui dá para ver por fora o salão nobre (Sala Espanhola) que era onde eram dadas as festas da corte.



A parte de trás do palácio é replecta de ravinas, riachos e pontes de madeira. É de facto um cenário paradisiaco e fabuloso. Parece mesmo que estamos numa cena da Branca de Neve ou assim; com um palácio encantado e uma floresta misteriosa na parte de trás...



Agora vou finalmente construir o boneco de neve. Por isso tenho de ir.
Beijos grandes para todos,
gabiruu

terça-feira, Novembro 22, 2005

gabiruu na neve

Olá amigos!
Tal como vos tinha dito, a neve já chegou e creio que de vez. Ontem nevou o dia todo e tudo ficou branco. É um cenário maravilhoso e fantástico. A cidade ficou completamente diferente. Parece que estou noutra cidade.
Esta é agora a vista da minha casa. Um pouco diferente das fotos do post anterior, não?!





É lindo passear pela cidade assim. O branco cria uma sensação de limpeza e pureza magnífica. É como pintar tudo de branco para criar uma homogeneidade que geralmente não existe nas cidades.





Mas uma pessoa tem de ter cuidado porque o frio continua e a neve também molha quando derrete. Por isso é necessário vestir roupa bem quentinha (muita) e aproveitar todas as fontes de calor; incluindo calor humano (literalmente...)



É claro que com a neve vem todas as brincadeiras estúpidas típitas de crianças (e de tugas que nunca têm neve...). Tais como atirar bolas de neve ao meu colega português (que se chama André);





E fingir que se está com neve até aos joelhos ou que se acabou de acordar de uma sesta num banco de jardim...





Hoje eu e o André decidimos bater em dois putos e roubar-lhes o trenó. Como toda a gente aqui é muito certinha e ninguém rouba nada, decidimos ser o terror da cidade... É claro que foi giríssimo... descer a colina. Apesar de nesta foto parecer muito certinho a descer, de vez em quando ainda se manda uns tralhos. É impressionante a velocidade que se ganha nesta porcaria.



Ao fim de perder algum tempo com exercícios básicos uma pessoa já se sente apta para umas acrobacias mais arrojadas. Tudo é uma questão de hábito e de técnica...



Há duas noites atrás fui a um cafézinho simpático e acolhedor que serve café super barato. Apenas 1,50€. Para quem já se acostumou a pagar 2,20€ pelo café de facto é barato. No regresso a casa decidi tirar uma foto do cemitério tal como vos tinha prometido. Como estava a nevar muito não havia muitas luzes acesas, mas é possivel ver alguns pontinhos vermelhos. Ei-la.



Ando a fazer o projecto para um boneco de neve (isto requer muito cuidado e muita burocracia. Não se pode construir em qualquer lado como em Portugal...). Quando tal acontecer meto fotos aqui na net.
Beijinhos e abraços grandes para todos e nem imaginam as saudades que já sinto de Lisboa. Nós queixamo-nos muito, "que é mau", "que lá fora é melhor" mas quando se está lá fora muito tempo só dá vontade de voltar...
Já falta pouco...
Beijos

quinta-feira, Novembro 17, 2005

gabiruu em Innsbruck

Olá!
Como sabem estou em Innsbruck (Tirol, Austria). Não, ainda não sei cantar tirolês como o Figueiras e ainda não conheci a Heidi e o Pedro. Contudo, acho que vou visitar a casa dos Von Trapp (música no cu da ção) em breve!...



Aqui têm algumas fotos desta pequena cidade no meio das montanhas.
É uma cidade conhecida pelas óptimas estâncias de ski e pelas suas universidades. É uma espécie de Coimbra aqui na Austria. A cidade encontra-se num vale. Por vezes parece que as montanhas se vão despenhar sobre a cidade. É de facto muito bonito e muito diferente de Portugal.


Estas duas fotos que viram é a cidade vista da minha casa. Nas fotos não dá para ver o cemitério e o crematório que é mesmo aqui ao lado. À noite é um pouco macabro porque toda a gente pôe velas nas campas e fica um ambiente estranho... Prometo publicar uma foto do cemitério à noite em breve...




Aqui têm o centro histório de Innsbruck e o seu famoso telhadinho de ouro. Não sei como ainda ninguém se atreveu a roubar uma telhazinha. Aposto que nem se notava... Durante o dia é impressionante a quantidade de japoneses aqui, e claro está, com as suas máquinas fotográficas.





Mais adiante, é possivel encontrar a rua Marie Theresian Str. e, logicamente, o monumento a Marie Theresia. Aqui toda a gente é muito católica (no verdadeiro sentido (acho eu)). Em todo lado se encontra crucifixos e altares pequeninos. Mesmo nos sítios mais inóspitos no meio das montanhas. Para além disso, quando te cruzas com alguém na rua as pessoas cumprimentam-te com "Cristo, como estás" ou "Deus Cristo" ou "Servo". Um pouco bizarro mas vais-te habituando...



Continuando a subir a Marie Theresian Str. encontramos o arco do Triunfo (Não, não é só em Paris...)

Para acabar deixo-vos uma foto da cidade vista das montanhas.




A Neve já chegou há dois dias. É maravilhoso ver a primeira neve cair dos céus.
Junto ao telhadinho de ouro abriu um mercado de natal com pequenas barraquinhas de artesanato e vinho quente (Glu wine).
No primeiro dia em que nevou toda a gente da cidade foi para lá. Eu também fui para lá beber vinho quente e ao fim de 3 copos já estava um bocadinho tocado...

Assim que tiver mais fotos publico-as aqui.
Beijos e abraços,
gabiruu